Volumes Anteriores

Neste Espaço você poderá baixar os volumes anteriores completos da Revista Encontro X.

Ano 2019

Revista Encontro X (V.3 N.03-2019) ISSN 2596-0024

TIPOS DE GESTORES – CARACTERÍSTICAS IMPORTANTES PARA UM GESTOR DA ÁREA DE SERVIÇOS DE SAÚDE

 MENEZES, Vera Lucia de Amaral; ROCHA, Tatiana Goneli de Souza

RESUMO

Visto que o gestor de uma organização possui suma importância para o desenvolvimento de sua área de atuação. Sua postura e seu comportamento podem influenciar diretamente em sua gestão. O objetivo desse artigo é destacar quais os principais tipos de gestores e suas características, considerando como isto pode colaborar com um gestor de serviços de saúde. Tendo como base pesquisas em livros de gestão e artigos científicos. Foi possível destacar seis diferentes tipos de gestores (lideres), dentre os quais, as características de um gestor emergente e democrático se destacaram pela possibilidade de contribuir de forma significativa com o desenvolvimento de sua gestão em diversas áreas de atuação, como a área de serviços de saúde. O que também pode contribuir com o crescimento da organização.  PALAVRAS-CHAVE: Gestor, perfil e características.

A IMPORTÂNCIA DOS EVENTOS CIENTÍFICOS NA FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO: ESTUDANTES, TÉCNICOS E TECNÓLOGOS EM RADIOLOGIA

PAZ  JÚNIOR, Valdetrudes 

RESUMO

Elucida sobre a importância dos eventos científicos como atividade extracurricular para formação dos técnicos e tecnólogos em Radiologia e profissionais. Avalia sobre a participação dos estudantes e profissionais em eventos científicos. Pondera que os eventos científicos estimulam a possibilidade de influência mútua entre os estudantes e os profissionais da área e fomenta o acesso às novas informações. 

PALAVRAS-CHAVE: Radiologia, formação, e evento científico.

OTIMIZAÇÃO DA DOSE DE RADIAÇÃO NOS PROCEDIMENTOS RADIOLÓGICOS DO CRÂNIO COM A MANUTENÇÃO DA QUALIDADE DA IMAGEM

SIMÃO, Ricardo Silva Simão; BARROS, Oliveira Martins de

RESUMO

Um dos grandes desafios para o setor de radiodiagnóstico é a ausência do controle da dose de radiação emitida durante a realização dos exames de raios X. O objetivo deste trabalho é comparar as doses de radiação emitida durante os procedimentos radiológicos em equipamentos de raios X convencional e digital para aquisição de imagens radiológicas. O estudo proposto oportunizará, em um ambiente realista, uma compreensão da quantidade de dose de radiação que o phantom de crânio recebe quando é submetido a exames de raios X em equipamentos convencionais e digitais. Trata-se de um estudo experimental comparativo entre as aquisições de imagens convencionais e digitais no estudo radiológico do crânio. Diante das diretrizes elencadas pela ANVISA e do Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR), fica evidente a necessidade de haver protocolos que deem subsidio a aplicação de fatores técnicos de energia na produção de imagens radiológicas, criando o compromisso de gerar a menor dose de radiação no paciente, com a preservação e manutenção da qualidade da imagem radiológica. 

PALAVRAS-CHAVE: Dose de radiação; raios X convencional; raios X digital.

UMA REVISÃO SOBRE O MAIOR ACIDENTE RADIOLÓGICO EM ÁREA URBANA NO BRASIL

PAGANO, Amanda LaroccaALBERTI, Ariane; SILVA, Iago Estéfano Brito da; RIBEIRO, Maroan Soraia Santos Navas

 

RESUMO

O presente estudo tem como objetivo geral o levantamento bibliográfico, com base em artigos científicos, dissertações e teses sobre o acidente com o Césio-137. Um ano antes ocorreu o maior acidente nuclear do mundo no reator número 4 da usina nuclear de Chernobyl na antiga União Soviética. O drama vivido na Europa parecia bem distante do Brasil. O acidente radioativo com o Césio-137 ocorreu em Goiânia em setembro de 1987, depois que dois catadores de lixo recicláveis encontraram uma cápsula abandonada de um equipamento de radioterapia, onde em seu interior tinha cloreto de césio. Após desmontar o aparelho o sal de Césio-137 foi repassado para terceiros, quando então houve a contaminação. O acidente foi classificado como nível 5 (acidentes com consequências de longo alcance), porém a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) só foi acionada 16 dias após a abertura da cápsula. É considerado o maior acidente radiológico em área urbana. Nesse estudo é relatado todo o processo que levou ao acidente. às novas informações. 

PALAVRAS-CHAVE: Césio-137, acidente radiológico, contaminação, radioterapia e radiologia.

PATOLOGIA APLICADA A RADIOLOGIA CONVENCIONAL: OSTEOSSARCOMA CANINO APLICADO A RADIOLOGIA CONVENCIONAL

ROMPINELLI, Bruna Santos; SILVA, Israel Santos; ALVES, Jenifer Apolinário; SANTOS, Karolline Francisca; JESUS, Thaina Marinho Azevedo; VALE, Vanessa Pereira Silva

RESUMO

O Osteossarcoma canino é o tipo mais frequente de tumores em cães, afeta na maioria das vezes ossos longos como úmero, radio e membros torácicos. Fatores de risco acometem a patologia em raças grandes ou gigantes, machos, de idade media, como o Pastor Alemão, Rottweiler, Dogue Alemão, Dobermann, São Bernardo, Setter Irlandês, Golden Retiver, Mastiff e Fila Brasileiro. Os primeiros sinais notáveis apresentados pelos animais são aumento de volume, dores, inchaço e dificuldade de locomoção. As metástases geralmente ocorrem no pulmão, os tipos menos comum de OSA são similares entre animais e humanos. O tratamento mais indicado é a amputação do membro afetado, removendo o tecido neoplásico, associada com a quimioterapia. Dentre alguns métodos para diagnostico a utilização do raio-x é o método mais utilizado para a identificação do tumor, o diagnostico pode ser feito também através da cintilografia óssea e biópsia para confirmação da patologia. O principal objetivo é verificar como a patologia osteossarcoma se comporta e se manifesta em cães, utilizando a radiologia convencional como diagnóstico.

PALAVRAS-CHAVE: Osteossarcoma, cães, diagnostico e metástase.

Revista Encontro X (V.3 N.02-2019) ISSN 2596-0024

AVALIAÇÃO DOSIMÉTRICA RESULTANTE DE PROCEDIMENTOS RADIOLÓGICOS VETERINÁRIOS REALIZADOS SEM A UTILIZAÇÃO DE LUVA PLUMBÍFERA

NASCIMENTO, Elias Teixeira; VIEIRA, Luiz Carlos Gracioli; MAZUTTI, Monique Luísa da Cunha 

RESUMO

Na radiologia veterinária, os radiologistas encontram dificuldades no uso de equipamentos de proteção individual, como por exemplo, as luvas plumbíferas. Os pacientes podem ser muito pequenos ou muito agitados, não permitindo que o radiologista consiga fazer a adequada contenção para o exame usando as luvas, obrigando-se a realizar o exame sem utiliza-las. Assim, este trabalho avaliou o levantamento da coleta de dados de um aparelho utilizado para medir a exposição de um indivíduo a radiação, o dosímetro de luminescência opticamente estimulada (OSLD). O aparelho foi utilizado no membro superior direito de um médico veterinário que não fez utilização da luva plumbífera no período de um ano, comparando com o levantamento de dose do dosímetro OSLD utilizado no avental de chumbo do mesmo. No final da pesquisa, foi feita uma análise de dados coletados com a norma vigente. O trabalho teve por objetivo demonstrar, através dos resultados obtidos, que a correta utilização do aparelho de radiografia e da dose de radiação são fundamentais para segurança radiologistas veterinários contra os efeitos deletérios da radiação ionizante.

PALAVRAS-CHAVE: Dosímetro, limite de dose, proteção radiológica e radiologia veterinária.

Curso pós-graduação lato sensu em Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética do Instituto Cimas
 
TROMBOEMBOLISMO PULMONAR COM DIAGNÓSTICO PELA TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA PULMONARY THROMBOLISM WITH DIAGNOSIS BY COMPUTERIZED TOMOGRAPHY

ARANDA, Beatriz Font; ALVES, Renato Soares

RESUMO

O diagnóstico do tromboembolismo pulmonar agudo é baseado na probabilidade clínica, uso do dímero D (quando disponível) e na avaliação por imagem. Os principais métodos de imagem utilizados no diagnóstico são tomografia computadorizada (TC), angiografia pulmonar e cintilografia ventilação-perfusão. Na última década vários estudos têm demonstrado que a TC espiral apresenta elevada sensibilidade e especificidade no diagnóstico de tromboembolismo pulmonar agudo. Uma melhor avaliação das artérias pulmonares tornou-se possível com a recente introdução dos equipamentos de TC espirais com multidetectores. Vários pesquisadores têm sugerido que a angiografia pulmonar por TC espiral deve substituir a cintilografia na avaliação de pacientes com suspeita clinica de tromboembolismo pulmonar agudo. Os autores discutem os principais métodos de imagem utilizados no diagnóstico de tromboembolismo pulmonar agudo enfatizando o papel da TC espiral.
PALAVRAS-CHAVES: Tomografia, computadorizada, tromboembolismo e pulmonar.

Revista Encontro X (V.3 N.01-2019) ISSN 2596-0024

 

I CONGRESSO NACIONAL RADIOLOGIA EM FOCO
ANÁLISE DOS IMPACTOS ÉTICOS E SOCIAIS NO ACIDENTE RADIOLÓGICO DE GOIÂNIA
LINHARES, Helder da Silva; OLIVEIRA, Auricely da Silva; PEREIRA, João Gabriel Baena; SOUSA, Nayara Melo; GAMA, Layse Martins; SILVA, Fernando Bezerra Romualdo da
RESUMO
Em 1987, o Brasil tornou-se palco de uma grave tragédia radiológica,envolvendo o elemento radioativo Césio-137, na cidade de Goiânia, estado de Goiás, que provocou quatro óbitos e inúmeras vítimas.São diversos os tipos de efeitos biológicos que a radiação ionizante (RI) pode provocar nos seres vivos, assim como são diversificados os quadros de sintomas. Tais fatores vão depender do nível de radiação à qual o tecido é submetido, bem como o tipo celular, além da quantidade de células alteradas pela radiação. Partindo do estudo desse caso, este artigo buscará explicar os efeitos da radiação ionizante, além de analisar os impactos éticos e sociais provocados por este acidente.
Esta pesquisa se baseou em uma revisão acerca dos danos emocionais ocasionados pelo acidente que fora realizada em dois momentos: no 9º e no 14º mês após o evento, recolhendo-se um total de 1.126 entrevistas com pessoas envolvidas direta ou indiretamente com o acidente. Tal pesquisa será comparada com as informações recolhidas em uma entrevista realizada, em 2017, com uma das vítimas do acidente, o Senhor Odesson Alves, que teve contato direto com o material radioativo.Ademais, a exposição à radiação provoca também sérios riscos sociais e emocionais às vítimas, assim, percebe-se que é preciso ainda amparo e acompanhamento médico, além de apoio psicossocial e econômico aos acidentados pelo Césio-137.
PALAVRAS CHAVES: Radiação, césio-137, impactos éticos e impactos sociais.
I CONGRESSO NACIONAL RADIOLOGIA EM FOCO
 
A RESPONSABILIDADE DO PROFISSIONAL EM RADIOLOGIA NAS INSPEÇÕES DE SEGURANÇA NO SISTEMA CARCERÁRIO: UMA ABORDAGEM SOBRE RADIOPROTEÇÃO
LINHARES, Helder da Silva; MATOS, Jane Cecília Silveira de; SILVA, Fernando Bezerra Romualdo da
       
RESUMO
O Brasil possui uma das maiores populações carcerárias do mundo, e muitas vezes esses presidiários têm acesso a drogas e armas, o que torna comum o desencadeamento de rebeliões, fugas e mortes dentro dos presídios. Esses materiais chegam até eles por meio das visitas, que os levam escondidos sob a roupa ou dentro do corpo. Pensando em sanar essa situação, o Estado habilitou, em diversos sistemas carcerários, o os scanners corporais, visando detectar qualquer objeto estranho carregado por aqueles que vão ao presídio. No entanto, tais equipamentos não são manipulados por profissionais adequados, cabendo aos agentes penitenciários a manipulação dos bodyscans, ainda que sem treinamento. O resultado disso é a alta exposição à radiação, tanto das pessoas que passam pelo exame, quanto dos próprios agentes. Essa exposição pode levar a diversos problemas biológicos, tais como mutações, cegueira, queimaduras, ou até mesmo o aborto, no caso das mulheres gestantes. O objetivo principal desta pesquisa é compreender a realidade do uso de scanners corporais em presídios brasileiros, para isso, realizou-se uma pesquisa bibliográfica em fontes acadêmicas e em revistas especializadas em radiologia, bem como se realizou uma entrevista com um agente penitenciário do Pará. Por meio da pesquisa, chegou-se à conclusão de que é imprescindível a contratação de profissionais legalmente habilitados em radiologia para lidar com os scanners corporais, uma vez que é preciso seguir normas de segurança para que os usuários não sofram consequências do uso inadequado do equipamento. 
PALAVRAS CHAVES: Bodyscan, radiação, sistema carcerário e radiologia.
A UTILIZAÇÃO DE RADIONUCLÍDEOS FILHOS DO URÂNIO NA MEDICINA NUCLEAR DIAGNÓSTICA
                       CUNHA, Larissa Sthefane Santana; CARVALHO, Thatyane Gama
RESUMO
Esse trabalho tem como principal objetivo destacar a importância do urânio para a medicina nuclear diagnóstica, visto que a maioria dos radionuclídeos usados são filhos do urânio. Um deles é o tecnécio-99, que é utilizado em uma gama de exames da medicina nuclear, como cerebral, renal, cardíaco, entre outros.
PALAVRAS CHAVES: Urânio, radionuclídeos e medicina Nuclear.
PROPOSTA DE UM NOVO MÉTODO PARA AVALIAÇÃO DA DOSE DE RADIAÇÃO PRIMÁRIA, SECUNDÁRIA E RETROESPALHADA EM APARELHO DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA
SANTOS, Hamilta Oliveira, ALMEIDA Filho, Francisco Almeida
RESUMO
Os equipamentos de radiologia convencional sofreram modificações durante os anos, desde descoberta dos raios X em 1895 por W. Röentgen. Tais modificações levaram a equipamentos mais avançados como os tomógrafos multislices, que são equipamentos com vários detectores e, portanto, determinam doses muito altas, tanto no paciente quanto no operador. A radioproteção avança mais timidamente do que a tecnologia utilizada nesses equipamentos, o que obriga, de tempos em tempos, a observância de novos métodos que levem a um avanço nas técnicas de proteção mais eficientes. O objetivo deste artigo é avaliar de forma técnica as dispersões de radiação ionizante dentro da sala no momento da realização do exame. As diretrizes impostas pelas portarias que cuidam da proteção radiológica dispõem de várias informações condizentes com a radiação de fuga, portanto a ideia deste artigo é mostrar através de pelo menos uma película fluorescente disposta em uma região da sala de exame, seguindo as orientações já impostas pelas portarias, porém ajustando alguns pontos para determinar se há probabilidade de dispersão não indicada. O trabalho realizado em hospital público de grande porte levou em consideração a dose em um phantom de abdômen, medida a partir das técnicas de protocolo padrão adulto, considerando a radiação primária, secundária e retroespalhada. Os resultados obtidos para o phantom de abdômen adulto devem levar à extrapolação para exames em crianças, num futuro próximo.
PALAVRAS CHAVES: Tomografia computadorizada (CT), Calibração, Radiação X, Dose absorvida, Radioproteção.

Revista Encontro X (V.2 N.04-2018) ISSN-L 2526-2262

CORRELAÇÃO SOCIAL ENTRE PUBLICO E PRIVADO UM ENFOQUE SOBRE AS “FRONTEIRAS ECONOMICAS” E A “INCLUSÃO PERVERSA” NA SAÚDE

CADETTE, Paulo Junior

RESUMO

Examinamos a proliferação dos planos de saúde privados, tendo como foco a qualidade na privatização da saúde no país. Entender a dinâmica de inclusão dos cidadãos a esses planos, como se pensar a explosão dessas empresas, levando em consideração que a saúde, segundo o texto constitucional brasileiro (Art. 196 de 1988) do direito à saúde, “A saúde é direito de todos e dever do Estado...”? Mas devido à precariedade do sistema, aqueles mais abastados a migrarem para planos particulares. Contudo notam-se, pelas notícias, reportagens e artigos acadêmicos e livros que a situação depois de algum tempo, volta ser igual ao do sistema público de saúde, às carências acumuladas e à falta de rigor das agencias fiscalizadoras e reguladoras da saúde no país. E especificar diferentes estratos sociais atendidos pelos diferentes planos de saúde dentro da amostragem estudada. Analisar as diferentes lógicas de funcionamentos, ou seja, exigências burocráticas diferentes cobranças monetárias, formas de gestão, diretrizes empresárias. E por fim, demonstrar a inclusão perversa mascarada nos planos de saúde. Para referendar toda a pesquisa criamos questionários de pesquisa para a população utilizadora. Utilizamos também o conceito da socióloga Saskia Sassen sobre as fronteiras econômicas demonstrando uma dicotomia existente no atendimento médico hospitalar, independentemente das fronteiras geográficas já existentes no formato de atendimento, que também é ponto de preocupação, mas que fica em segundo plano quando observamos o poder econômico como fator determinante para escolha de diversas soluções no assistencialismo no Brasil.

PALAVRAS-CHAVES: Saúde, inclusão Perversa, fronteiras econômicas, assistências médicas e planos de saúde.

PATOLOGIA DA PNEUMONIA PNEUMOCÓCICA NO DIAGNÓSTICO POR IMAGEM RADIOLÓGICA

AMORIM, Fernanda Gomes; PEREIRA, Taiane Roberta

RESUMO

A Pneumonia Pneumocócica é uma infecção pulmonar que geralmente aparece no inverno e sua maior incidência é entre os homens. Tem como agente causador a bactéria Gram-positiva. No sistema respiratório existem vários tipos de defesa como as opsoninas e os anticorpos. Para essa bactéria se alojar nos alvéolos é necessário que ela rompa várias barreiras de proteção, em caso generalizado os pulmões chegam a fibrosar. Na radiografia de tórax os vasos (artérias e veias pulmonares) são as estruturas mais facilmente identificadas e apenas os brônquios de maior calibre são visíveis, sendo o método mais eficaz para diagnóstico de doenças pulmonares.

PALAVRAS-CHAVES: Radiografia de tórax, pneumonia pneumocócica, pulmão e anatomia radiológica.

CONHECENDO RADIOGRAFIA PERIAPICAL, O DESCARTE DOS REJEITOS E OS IMPACTOS AO MEIO AMBIENTE

 DIAS, Amanda Guedes Gimenes

RESUMO

Este artigo tem a finalidade de apresentar a técnica de exame radiográfico periapical, o descarte dos rejeitos gerados e os impactos ao meio ambiente. Conta, através de um resumo breve, a história da radiologia na área odontológica e para conhecimento na prática, foi realizada uma visita em consultório odontológico que utiliza o equipamento convencional de radiografia periapical, no qual hoje ainda é o mais utilizado em consultórios de pequeno e médio porte. Na visita foi realizada uma entrevista onde a profissional explica as finalidades da radiografia periapical, são apresentados os materiais utilizados para o exame e o modo é descartado os rejeitos gerados após o procedimento.

PALAVRAS-CHAVES: Periapical, rejeitos odontológicos e meio ambiente.

A IMPORTÂNCIA DA IRRADIAÇÃO COMO MÉTODO DE CONSERVAÇÃO DE ALIMENTOS

FEITOSA, Fabricio Aparecido Mota

RESUMO

Na irradiação de alimentos são aplicados, basicamente, por cinco tipos diferentes de ação, sendo as radiações: alfa, beta, gama, raios X e nêutrons. A diferença entre essas radiações está no grau de penetrabilidade, as radiações, alfa e beta, são menos penetrantes, enquanto os raios gama e raios X têm uma vasta capacidade de penetração. Esses últimos são os mais aplicados na irradiação de alimentos, que possuem as mesmas características e produzem os mesmos resultados no processo. Os raios gama são obtidos através do radioisótopo Cobalto 60 e a irradiação é feita por um aparelho denominado irradiador. Como funciona a irradiação de alimentos? Irradiação de alimentos é um processo básico de tratamento comparável à pasteurização térmica, ao congelamento ou enlatamento. O processo consiste em submetê-los, já embalados ou a granel, a uma quantidade minuciosamente controlada de radiação ionizante, por um tempo prefixado e com objetivos bem determinados. A irradiação funciona pela interrupção dos processos orgânicos que levam o alimento ao apodrecimento. Raios gama, raios X ou elétrons são absorvidos pela água ou outras moléculas constituintes dos alimentos, com as quais entram em contato. Isto é feito em uma câmara especial de processamento de alimentos por um tempo determinado.

PALAVRAS-CHAVES: Irradiação de alimentos, tipo de radiação, e a importância na conservação de alimentos.

Revista Encontro X (V.2 N.03-2018) ISSN-L 2526-2262

CORRELAÇÃO DA DOSE DE RADIAÇÃO ENTRE OS SISTEMAS CR E DR NO ESTUDO RADIOLÓGICO DO CRÂNIO

LUCAS, Julio Cesar Bezerra; BARROS, Oliveira Martins de; SIMÃO, Ricardo Silva

RESUMO

As imagens radiológicas proporcionam informações relevantes em relação à conduta sobre o diagnóstico e tratamento do paciente. Portanto, durante o processo de formação das imagens é importante a implementação de protocolos para manter a qualidade das imagens com a menor dose de radiação possível. Nas últimas três décadas, houve grande avanço na forma de capturar os raios X utilizando placas sensíveis em substituição aos chassis. As placas CR (Computed Radiography) utilizam material conhecido genericamente de “fósforo” capaz de gerar uma imagem latente que será convertida em imagem visível após ser lido por um leitor de placa IP (Image Plate). O sistema DR (Digital Radiography) permite uma conversão direta dos raios X e que, através de software, irá mostrar imagens direto em um monitor. Apesar das placas CR e DR obterem imagens de boa qualidade, as doses de radiação necessárias são variadas devido às diferentes sensibilidades. A proposta deste estudo é quantificar as doses de radiação nos dois sistemas para os exames de crânio, comparar os resultados e avaliar as ações necessárias e possíveis para se obter uma otimização de dose entre os sistemas, buscando beneficiar o paciente na redução de dose.

PALAVRAS-CHAVES: Placa de fósforo, sistema CR, sistema DR e dose de radiação.

LUXAÇÃO AGUDA DA PATELA - DIAGNÓSTICO COMPARATIVO ENTRE O EXAME DE RAIOS-X CONVENCIONAL E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
CARNEIRO, Rodrigo Nascimento Kussano; PEREIRA, Vitoria dos Santos; ROCHA, Tatiana Goneli de Souza
RESUMO
A luxação aguda da patela é algo que ocorre como primeiro episódio provocando muita dor e possibilitando a ocorrência de lesões nas estruturas que compõem a região, principalmente no ligamento femoropatelar medial. Considerando esse fato, é necessária uma avaliação adequada do caso para que haja um diagnóstico correto. Tendo isso em vista, o objetivo desse trabalho é destacar de forma comparativa qual a participação dos raios X convencional e da ressonância magnética no diagnóstico da luxação aguda da patela. Para tanto, foram realizadas pesquisas em livros, artigos e foi feita uma entrevista no dia 24 de outubro de 2017 com o doutor Eduardo Aldana Vasquez (CRM: 14.309-SP) para identificar qual seria o melhor exame para esse tipo de diagnóstico. Com tudo, as informações obtidas demonstraram que embora os raios X convencional possa contribuir com a avaliação da presença de fraturas ósseas em caso de luxação, a ressonância magnética apresenta mais vantagens, pois além de avaliar partes moles, permite o estudo das estruturas em cortes, possibilitando uma avaliação mais integral da lesão e até mesmo contribuindo de forma significativa na escolha do tratamento adequado.
PALAVRAS CHAVES: Patela, raios X e ressonância magnética.
MAMOGRAFIA PONTE QUE DEFINE A CERTEZA ENTRE O MEDO E A REALIDADE
XAVIER, Adriana Nogueira; LIMA, Ádila Tainá Nunes Chaves de; MAIA, Antônia Jordana Medeiros; BRITO, Tatiane dos Santos; PAZ JUNIOR, Valdetrudes
RESUMO
O artigo aborda sobre um dos grandes vilões para as mulheres, relativos a prevenção que interfere diretamente ou indiretamente em sua saúde, colocando em risco sua vida, por medo de realizar o exame radiológico em Mamografia. A falta de informação faz com que muitas não façam a avaliação, acarretando assim, numa maior probabilidade de acometimento e inviabilidade de tratamentos precisos. Apresentaremos medidas simples e praticáveis que buscam minimizar esse quadro através da informação em interação com a comunidade, considerando que é uma questão social relevante e de interesse de todos, como prioridade elencamos a saúde da mulher em vista ser o maior percentual acometido, em parceria com suas famílias, incentivando-as a fazerem seus exames e mostrando a importância da radiologia no assunto.
PALAVRA CHAVE: Mamografia, câncer de mama, radiologia e prevenção.
MAPEAMENTO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA SOBRE POSICIONADORES RADIOGRÁFICOS VETERINÁRIO PARA MEMBROS TORÁCICOS
ALMEIDA FILHO, Francisco Antonio de; SILVA, Ezequiel da
RESUMO
A Radiologia Veterinária está em grande expansão no Brasil, com isso o controle de qualidade é cada vez mais aperfeiçoado e exigido. Os posicionadores radiográficos veterinários, em especial, de membros torácicos são necessários para que haja exame por imagens fidedigno com a estrutura estudada, principalmente pelo fato de serem clientes não colaborativos. A maioria dos exames radiográficos são realizados com o animal acordado, sendo assim o ato de contenção não significa que o posicionamento do membro torácico está correto, já com os posicionadores podemos ter certeza de que não irá ocorrer distorção ou rotação da região de interesse, permitindo exames com alto padrão de qualidade. Este trabalho tem como objetivo realizar um levantamento tecnológico na base nacional com o propósito de diagnosticar e identificar as patentes relacionadas à Posicionamento Radiográfico de Membros Torácicos, a fim de elucidar o desenvolvimento de patentes científicas relacionadas a posicionadores radiográficos veterinários. Para isso, o mapeamento da inovação tecnológica foi realizado nas bases de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Conclui-se que apesar de possuir grandes avanços tecnológicos em setores de diagnóstico por imagem veterinária, ainda há uma falta de interesse em produção de patentes relacionados à área.
PALAVRAS CHAVE: Radiografias, posicionadores, inovação tecnológica e patente veterinária.

Ano 2017

Revista Encontro X (V.1 N.03-2017) ISSN-L 2526-2262

GESTÃO POR COMPETÊNCIA: FATOR DETERMINANTE NA OBTENÇÃO DE RESULTADOS POSITIVOS
RODRIGUES, Luciana Aparecida Salgado; MEIRELES, George Cesar Ximenes; RODRIGUES JUNIOR, Marcio Antonio
RESUMO
A gestão pública vem sofrendo com a atuação de alguns de seus gestores que não evoluíram seus conhecimentos, habilidades e atitudes em relação ao ambiente e a evolução tecnológica. As organizações públicas de saúde apresentam características rígidas com gestão tradicional, não sendo compatível com atualidade, com isso a carência de qualificação é nítida nas áreas administrativas e gerenciais, demonstrando a real necessidade do gestor que realmente gerencie, com flexibilidade e com postura alcançando os objetivos organizacionais e a qualidade nos serviços prestados. O bom profissional deve ter capacitação para desenvolver projetos e traçar metas, assim, um gestor com deficiência administrativa e sem visão logística, não alcança os resultados esperados. A competência dos gestores é fator determinante na busca por resultados positivos nas organizações de saúde pública.
PALAVRAS CHAVES: Gestão, competência e administração hospitalar.
ANALISE DA FIBROSE CÍSTICA BASEADO EM RADIOGRAFIA E TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA
BUENO, Evelin Carolina; MARINELLI, Isabelle Pereira;
RESUMO
A fibrose cística também conhecida como mucoviscidose, é uma doença que acomete a região pulmonar devido ao acumulo de secreção densas, também afeta a região do trato digestivo e outras regiões. Esta pode ser classificada em uma doença assintomática, genética, e autossômica, ela também pode ser comum em pessoas caucasianas e descendentes de europeus. Existem vários exames de imagem que podem ser realizados para diagnosticar a patologia, isto é, tem diagnósticos que são mais precisos para ter uma investigação mais ampla. Já os tratamentos são bem específicos como; remédios, terapias e fins médicos. Podem-se analisar muitas variáveis nesta patologia, porém se seguir todos os tratamentos e pedidos médicos, existe uma melhora da fibrose cística.
PALAVRAS CHAVES: Fibrose císticam, mucoviscidose e doenças pulmonares.
RADIOGRAFIA DE TÓRAX NO DIAGNOSTICO DA MYCOPLASMA PNEUMONIAE

SILVA, Rogers Alexandre Franco Matias

RESUMO
A Pneumonia quase sempre significa processo inflamatório agudo, na membrada alveolocapilar é onde faz a troca gasosa. A OMS recomenda a radiografia de tórax como o melhor método para diagnosticar Mycoplasma Pneumoniae. Essa bactéria é hoje um dos patógenos mais comuns de pneumonia bacteriana, diversos estudos sobre a mesma têm apontado ela como uma bactéria cada vez mais perigosa para a humanidade, sendo a radiografia de tórax um exame importantíssimo nessa Pneumonia.
PALAVRAS CHAVES: Raios-X, mycoplasma pneumoniae e pneumonia.

RAIOS-X DE TÓRAX APLICADO NO DIAGNÓSTICO DA TUBERCULOSE PULMONAR
CARNEIRO, Rodrigo Nascimento Kussano; PEREIRA, Vitoria dos Santos; ROCHA, Tatiana Goneli de Souza; SANTOS, Camila Correia dos
 
RESUMO
O objetivo desse trabalho é destacar qual a participação do raios-X de tórax no diagnóstico da tuberculose pulmonar. Foi desenvolvido através de pesquisas em artigos, livros de radiologia e uma entrevista feita no dia 27 de fevereiro de 2017 com o doutor Eduardo Aldana Vasquez (CRM: 14.309-SP).
PALAVRAS CHAVES: Tuberculose pulmonar, diagnóstico e raios-X.

Revista Encontro X (V.1 N.02-2017) ISSN-L 2526-2262

ANÁLISE DO CONTROLE DE QUALIDADE EM MAMOGRAFIA

ALMEIDA FILHO, Francisco Antonio de; BELLO, Priscilla

 

RESUMO

A evolução da modalidade de diagnóstico por imagem de mamografia vem se atualizando desde os tempos primórdios, isso ocorre pelo grande interesse da medicina diagnóstica em diagnosticar em tempo precoce os nódulos cancerígenos que afetam o tecido mamário. Dessa maneira, surge a mamografia digital, que são aparelhos de ultima geração capazes de detectar qualquer tipo de nódulos, e com esse avanço a necessidade de se criar filtros absorvedores é imprescindível e a alta tecnologia envolvida nessa área não para por aqui, cada vez mais irá surgir novos estudos, para que cada vez mais cedo venha se diagnosticar o câncer de mama e quanto mais precoce o diagnóstico, maior a chances de sua cura. Favorecendo assim e muito o paciente evitando intervenções mais agressivas como, por exemplo, a mastectomia.

PALAVRAS-CHAVES: Mamografia, equipamento digital e análise de imagens

ANÁLISE DOS MÉTODOS DE DIAGNÓSTICO COMUM E COM CARGA PARA HÉRNIA DE DISCO ATRAVÉS DA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

CICERO, Ednei da Silva

 

RESUMO

A ocorrência da hérnia discal se dá por diversos pequenos traumas na coluna, com essas lesões estruturalmente o disco acaba não suportando e rompe o anel fibroso intervertebral, traumatizando consequentemente a coluna. O objetivo do trabalho é Correlacionar e analisar a metodologia da Ressonância magnética comum e com carga utilizada no diagnóstico de hérnia de disco da coluna lombar. Analisando o comportamento mecânico da coluna durante a obtenção dos exames com carga.

PALAVRAS-CHAVES: Hérnia de disco, coluna lombar, dor e ressonância magnética.

COMPARAÇÃO DE RAIO-X E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA EM ESTUDO DE COLUNA VERTEBRAL E INCIDENCIA EM HERNIA DE DISCO

BUENO, Evelin Carolina; MARINELLI, Isabelle Pereira

 

RESUMO

Este artigo proporciona esclarecer técnicas comparativas entre o raio-x e ressonância magnética. Apresenta os componentes presentes nas salas operacionais de cada modalidade de exame, destacando princípios básicos para aquisição de imagem em ressonância magnética e raio- X, ponderações adequadas para avaliação de hérnia discal avaliadas em T1 e T2, densidades, e frequências teciduais dentro das modalidades. Realçando todo preparo que antecede aos exames envolvidos na qualidade de imagem, contra indicações baseados na proteção do técnico de radiologia e do paciente.

PALAVRAS-CHAVES: Frequência tecidual, hérnia, ressonância magnética, coluna vertebral e equipamento RX.

PROTEÇÃO RADIOLÓGICA APLICADA NA TÉCNICA DE RAIOS-X DE TÓRAX
CARNEIRO, Rodrigo Nascimento Kussano; PEREIRA, Vitoria dos Santos; ROCHA, Tatiana Goneli de Souza; SILVA, Rogers Alexandre Franco Matias
RESUMO
OBJETIVO: Destacar os meios de proteção radiológica relacionados a técnica de raios-X de tórax, aplicados tanto para o paciente quanto para o profissional e acompanhante. METODOLOGIA: O estudo foi desenvolvido com base em livros, artigos e uma pesquisa feita com o tecnólogo Edson Pereira da Cruz (CRTR: 01720N) em seu ambiente de trabalho. RESULTADOS E DISCUSSÃO: A radiografia de tórax é uma das mais solicitadas no setor de raios-X, implicando no uso de meios de proteção. Dentre eles, encontra-se os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para o paciente e o acompanhante. Já para o profissional, além de EPI existem barreiras protetoras, como os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC). Também pode colaborar com a proteção durante o exame, o uso adequado de técnicas de posicionamento e imobilização. CONCLUSÃO: Considerando que o raios-X de tórax é o exame radiológico de maior utilização a nível mundial, torna-se essencial o uso de técnicas e equipamentos de proteção. As técnicas de posicionamento e de imobilização são importantes para prevenir erros nas radiográficas, evitando a exposição desnecessária. Em relação aos equipamentos, alguns fatores externos como a terceirização do setor radiológico e a burocracia, podem ocasionar a ausência temporária de um ou mais EPI. Além disso, deve-se adotar uma postura de higienização bem efetiva entre os pacientes, eliminando o risco microbiológico.
PALAVRAS CHAVES: Raios-X de tórax, equipamentos de proteção, técnicas de imobilização e posicionamento.

Revista Encontro X (V.1 N.01-2017) ISSN-L 2526-2262

A INTEGRAÇÃO DA RADIOLOGIA DIGITAL NA MEDICINA VETERINÁRIA – COM ÊNFASE EM AGILIDADE E QUALIDADE NA OBTENÇÃO DAS  IMAGENS PARA PRECISÃO DIAGNÓSTICA
                                                                                                          ALMEIDA FILHO, Francisco Antonio de; BELLO, Priscilla; SANTOS, Hamilta Oliveira

RESUMO
A digitalização no setor de diagnóstico por imagem veterinária está em pleno crescimento, onde a visão do Médico Veterinário em relação a agilidade e qualidade do exame está sendo primordial para a escolha do serviço com esta tecnologia, comparando com a revelação manual onde gera artefatos na imagem e na revelação automática onde gera gastos excessivos com químicos.
PALAVRAS CHAVES: Radiologia, veterinária, equipamento CR e equipamento convencional.

A IMPORTÂNCIA DO MÉTODO DE PREVENÇÃO DE RISCO POKA-YOKE NO CENTRO DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: COM ÊNFASE EM RAIOS-X – SOB A ÓPTICA DE OPERAÇÕES DE SERVIÇOS

ALMEIDA FILHO, Francisco Antonio de; BELLO, Priscilla

 

RESUMO

Devido ao grande avanço da área de diagnóstico por imagem, o uso da radiação ionizante tem sido cada vez mais utilizado, porém os exames que se fazem necessários em várias sessões ocasionam um grande risco à saúde e o surgimento de neoplasias pode ocorrer. O setor de gestão em operações de serviços preocupado com este fator visa a qualidade do serviço do técnico operador dos equipamentos de imagem e cada vez mais aprimora técnicas para que estes riscos sejam cada vez menores e o Poka Yoke é uma medida bem eficaz já que a sua ideia é de prevenção de riscos podendo ser usada em todos os setores.

PALAVRAS CHAVES: Centro de Diagnóstico, poka-yoke e operações de serviços.

LESÃO CEREBRAL TRAUMÁTICA E FORMAS DE ESTUDO COM A RADIOGRAFIA CONVENCIONAL

CARVALHO, José Hugo Lindemberg; DUARTE, Danielly de Melo; MARINELLI, Isabelle Pereira; PINTO, Evelin Carolina Bueno; SOUZA, Rosangela da Silveira

 

RESUMO

O traumatismo crânio-encefálico é uma lesão importante que desenvolve através de diversos fatores, este artigo cita em seu desenvolvimento a característica da patologia e formas de estudo por raios-x contemplando de ideias de possíveis tratamentos realizados pelo Médico responsável, a funcionalidade do exame de raios X convencional é demonstrar o quão eficaz é para um primeiro diagnostico clinico, oferecendo um estudo base da lesão craniana e identificando os problemas do agravamento, assim zelando com a saúde do paciente.

PALAVRAS CHAVES: Fratura, anatomia craniana, radiografia, traumatismo craniano, meninges lesionadas e diagnóstico.

O USO DA TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA NO DIAGNÓSTICO DO ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL HEMORRÁGICO

SANTOS, Francisco de Assis Machado dos; FERREIRA, Camila Valentim; NASCIMENTO, Mariana Ferreira do; OLIVEIRA, Letícia Barros de; PONTES, Onaldo Silva de; SANTOS, Gustavo Dias dos

 

RESUMO

A partir da apresentação do projeto desenvolvido por Godfrey Hounsfield e Allan M. Cormack em 1967, a tecnologia de diagnóstico pelo método de Tomografia Computadorizada não parou de evoluir. Dos primeiros tomógrafos destinados basicamente ao estudo do crânio aos atuais tomógrafos helicoidal, as tecnologias tanto em equipamentos quanto em técnicas de aquisição de imagem vêm se aprimorando. O presente trabalho tem a finalidade de mostrar a importância das técnicas de tomografia computadorizada no diagnóstico do acidente vascular cerebral hemorrágico na atualidade.

PALAVRAS CHAVES: AVCH, Tomografia computadorizada, inovação tecnológica e imagem por TC.

TÉCNICA DE RADIOGRÁFIA PERIAPICAL - SOB A ÓPTICA DO TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA

CIBOTO, Andrea Maria; REBOUÇAS, Aline Corrá; SILVA, Rosana de Almeida da

 

RESUMO
A radiografia periapical é um método de diagnóstico por imagem que utiliza radiação ionizante com a finalidade de radiodiagnóstico no campo da odontologia, sendo de caráter especifico para determinados estudos, porém as incidências periapicais são de maior uso em consultórios dentários, favorecendo o diagnóstico e abordagem clinica que o dentista irá realizar, a função do tecnólogo nesta área é apresentar exames detalhados e apresentando qualidade de imagem, proporcionando um resultado eficaz para o inicio do tratamento.
PALAVRAS CHAVES: Radiologia, odontologia e radiografia periapical.

CNPJ: 24.682.711/0001-51

Rua: Caçador, 34 - CEP: 02073-000

Tel. 11. 4262-0129 / Cel. 11. 97201-6585 (whatsApp)

email: artigoencontrox@gmail.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now